quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Terapia

Bom, não é novidade pra ninguém a minha incompatibilidade total com terapia, terapeutas e afins, certo?

Então, em algumas noites de insônia, passo o tempo me auto analisando.

Digo com orgulho que já cheguei a muitas conclusões surpreendentes, importantes e reveladoras.

Ontem/hoje (já são 2 e pouco) comecei a pensar em algumas situações que me fazem mal, levam minha energia e meu humor.
Fiquei pesquisando na internet alguns artigos sobre os assuntos em questão e encontrei os textos do Carlos Hilsdorf. De repente, parecia que ele estava falando comigo!
Fui pesquisar o site dele e achei muita coisa legal, muitos textos bons e dicas práticas e rápidas pra melhorar a situação.

Compartilho com vocês um pedacinho, esse mesmo que eu precisava ouvir e que acho que todo mundo pode aproveitar...

"Qualidade de vida significa harmonia e bem estar nos aspectos, mentais, físicos e espirituais que envolvem nossa vida em todas as esferas: afetiva, profissional, relacional, etc.


Cada área de nossas vidas precisa possuir metas e prioridades bem definidas. O que mais afeta a qualidade de vida das pessoas é a perda de energia que se reflete em perda de entusiasmo, motivação, prazer, produtividade.


Sempre que você notar que o nível de sua qualidade de vida caiu pergunte-se: Quais estão sendo as minhas reais prioridades.


Qualidade de vida é um conjunto de escolhas pertinentes a cada indivíduo e contempla as particularidades de cada indivíduo. Cada um de nós possui limites de esforço diferentes, energia disponível diferente, capacidade de adaptação diferente, crenças e valores diferentes.


Sua qualidade de vida depende essencialmente de quem você é de fato. Por isso, pessoas que não se dedicaram a se conhecer melhor apresentam sempre pior qualidade de vida. Se você não sabe definir bem a si mesmo, não definirá bem suas prioridades!


Nada nos faz perder mais energia que a indecisão e o desconhecimento de nossas prioridades."

Eu digo prioridades reais, não as que você diz possuir, mas aquelas que você vivencia de f

5 comentários:

Clarissa disse...

praticamente um tabefe na cara... kkkk

na realidade não adianta só reclamar que não ta bom e sim... descobrir o pq e mudar, fazer algo pra melhorar... é oq eu sempre digo!

July Malta disse...

Concordo com a Clá..
A gente tem que dispensar energia para nossa prioridades e para isso precisamos descobrir quais são nossas prioridades.

Ana Helena disse...

As prioridades mudam com o tempo...descobrir quais são acaba virando quase um exercicio diario.
Saudade docê

Helena disse...

AMEI o post!
A qualidade de vida também está nos limites q vc colaca na sua vida. os seus limites e das pessoas q vc convive.
Estabeleça os SEUS limites e mão à obra!
amo-te!
bjs
Lelê

Fernanda disse...

Verdade, verdadeira!
A indecisão é dúvida e causa medo que faz paralisar.
Xô coisas ruins!
Sai desse corpo que não te pertence... blééééé!!!!!
Saudadessssss!

beijos