domingo, 26 de outubro de 2008

Back to black

He left no time to regret

Hoje eu levei um fora.
Um fora gostoso, como há tempos não levava. Teve até um toque de maldade totalmente desnecessário. E acho que foi isso que me tirou da cama e me fez vir até o computador escrever...

Me and my head high
And my tears dry

Pensando bem (depois da choradeira), só levei um fora desse "naipe" até hoje. O que é bem pouco. Doeu muito mais, mas foi há muito tempo, quando eu ainda acreditava em finais felizes e príncipes encantados.

Tenho certeza que algumas pessoas acharão meu sofrimento ridículo, outras podem chorar comigo e poucas poderão dar risada. Sei que um amigo vai dizer que eu merecia (carmicamente falando, considerando meu passado um pouco cruel).
Enfim... Foi!

Get on without my guy

Sei que não vou querer mais falar nesse assunto. Ele vai ficar guardado láaaaa num compartimento específico de difícil acesso (junto com um comunicado de casamento, uma valsa que não aconteceu, uma separação dolorosa e outras coisinhas do tipo)


Pooooooooor favor!
Amigas, nem me perguntem detalhes porque a partir da publicação desse post eu não falo mais nisso, nem no nome, nem no endereço, nem em nada!
Encerro de vez, como sempre faço.

Me and my head high
And my tears dry
Get on without my guy

Ainda me surpreendo com a minha capacidade de me deixar enganar, mas acho que isso é meio natural (e hormonal).
Mas, pra falar a verdade, já me considero em período adiantado do healing process. Sou boa nisso!
Além de tudo, tenho o colo da minha mãe me esperando na cama e algumas pistas claras de que eu tinha pintado errado esse herói.

So far removed from all that we went through

Bom, agora é back to black... Vamos fazer como a amiga Amy e enterrar o coração. Sim! Aquele mesmo coração que eu achava que nem existia mais há alguns meses atrás. Nem vai fazer falta.

And I tread a troubled track
My odds are stacked
I'll go back to black

RIP.

Vejam o clipe, é muito bom!

4 comentários:

just me! disse...

Só te digo uma coisa.
Tô com vc e não solto!
Estou passando um momento mega estranho na minha vida, não sei se estou feliz, triste, com raiva, confusa, etc e tal. Isso não importa q tenho certeza q vai passar mas queria dizer aqui q a amizade q nós temos só me deu mais força e me segura.
Não sei como agradecer o q fizeram por mim estes dias!
ando tão emocionadinha que qualquer coisa eu choro! rs
Conte comigo pra tuuuuudo!
Beijos enormes

Fernanda disse...

Eu sou sempre a favor de um final, seja feliz ou não.. Eu coloco a cara pra batr, eu vou atrás, eu quero uma satisfação...

Sim, sempre há indícios, mas a gente é do bem, a gente tem coração, a gente é educada, a gente não acredita que há pessoas tão 'black' no mundo.

Se isso te consola, já passei por isso mais de uma vez.. E, se te consola, tbém, estou aqui para o que der e vier, quero vê-la feliz e te amo de montão.

Beijossssss

July Malta disse...

Querida,
Não sei o que houve e não vou perguntar.
Vou ficar do seu lado, quietinha e te dar meu colo quando vc precisar ou quiser!
Love you!
Bjos

Gabi disse...

Querida, passei, li e tb nao vou perguntar o que aconteceu. Assim, como falado acima, tb sou super a favor de "finais", resolver a situação, dar a cara para bater...enfim...
Há sim final feliz e enquanto não encontramos, temos umas as outras para ajudar a buscá-lo. Como suas amigas, tb estou aqui para o que precisar.
Beijinhos e eu adoro a Karenlândia!
Gabi