quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Desequilíbrio

Eu como demais
Bebo demais
Danço demais
Choro demais

Só penso em sair um pouco de casa
E quando saio só penso em voltar

Eu não tenho sono na hora certa
Ou durmo demais ou passo as madrugadas em claro

Meu coração parece fora do ritmo
Minha respiração fora de compasso

Quero tudo agora
E nada amanhã

Às vezes acho que vai dar tudo certo
Mas vivo pensando que o mundo vai acabar...

Um comentário:

Fernanda disse...

Viva intensamente!
É, a gente precisa de um equilíbrio, é o que dizem...
Mas, será que é errado ter as emoções à for da pele??
Gosto tantoooooooo desse meu jeito!!

beijos